sexta-feira, 19 de novembro de 2010

AI DE TI, AÇAILÂNDIA!!!

1. AI DE TI, Açailândia, porque eu já fiz o sinal bem claro de que é chegada a véspera de teu dia, e tu não viste; porém minha voz te abalará até as entranhas.

2. Ai de ti, Açailândia, porque a ti chamaram Cidade do Ferro, e cingiram tua fronte com uma coroa de mentiras; e deste risadas ébrias e vãs no seio da noite.
 
3. Já movi os rios de uma parte e de outra parte, e suas corredeiras tomaram  a Praia do Jacú e o Centro da Cidade, e tu não viste este sinal; estás perdida e cega no meio de tuas iniqüidades e de tua malícia.

4. Sem Direção, quem te governará? Foste iníqua perante o meio ambiente, e o meio ambiente mandará sobre ti a multidão de suas pragas.

6. Grandes são teus edifícios de cimento que se levantam, e eles se postam diante da verde qual alta muralha desafiando a relva; mas eles se abaterão.
 
7. E os escuros peixes nadarão nas tuas ruas e a vasa fétida das valas negras cobrirá tua face; e o tufão lançará as rajadas sobre ti num vendaval de redemoinhos qual um bando de carneiros em pânico, até morder a aba de teus morros; e todas as muralhas ruirão.

8. E os vermes habitarão os teus porões e as negras jamantas as tuas lojas de decorações; e os tucunarés se entocarão em tuas galerias, desde Piquiá até o Km 30.
 
9. Então quem especulará sobre o metro quadrado de teu terreno no centro desta cidade? Pois na verdade não haverá terreno algum.

10. Ai daqueles que dormem em leitos de pau-marfim nas câmaras refrigeradas, e desprezam o vento e o ar do Senhor, e não obedecem à lei do verão.

11. Ai daqueles que passam em suas caminhonetes brilhantes buzinando alto, pois não terão tanta pressa quando virem pela frente a hora da provação.

12. Tuas donzelas se estendem nos banhos e passam no corpo óleos odoríferos para tostar a tez, e teus mancebos fazem das motos instrumentos de concupiscência.

13. Uivai, mancebos, e clamai, mocinhas, e rebolai-vos na cinza, porque já se cumpriram vossos dias, e eu vos quebrantarei.

14. Ai de ti, Açailândia, porque os tucunarés e as pescadas estarão nos poços de tuas picinas, e os meninos das invasões, quando for chegado o tempo das tilapas, jogarão tarrafas no Tocantins; ou lançarão suas linhas dos altos desta Babilônia. E os pequenos peixes que habitam os aquários de vidro serão libertados para todo o número de suas gerações.

15. Por que orais em vossos templos, fariseus de Açailândia, e levais flores para falsos profetas no meio da noite de ré-té-tés? Acaso eu não conheço a multidão de vossos pecados e o ódio maldizente de um para com os outros? Não vês, nem discernis  a Ação de Edom Moabe e Amom; esses principados de demônios que levam o meu povo a resistência ao avanço e desprezo por valores espirituais, tornando o meu povo voltado às coisas comuns;

16. Vede, guias cegos e pretensos dominadores tradicionais de minha igreja, o histórico de falências e de planos frustrados. na verdade esta  cidade que vive de aborto de projetos e de perdas de visão;

17.  Sois cristãos em uma cidade do ferro e sois extremamente levados pela sedução das coisas naturais;

18. Antes de ti perder eu agravarei tua demência — ai de ti, Açailândia! Os gentios de tuas periferias marcharão uivando sobre ti, e os canhões de teu próprio quartel se voltarão contra teu corpo, e troarão; mas a água de teus rios cristalinos levará milênios para lavar os teus pecados de uma só folia de açai.

19. E tu, autoridade maior, que ocupas o trono que me pertence e por meu consentimento nele estás, ouve a minha ordem: reserva para o anjo da morte os mais espaçosos aposentos de teu palácio, porque ali, entre algas, ele habitará. Tu que instituiste altares a Baal; mas ai de vós que ridicularizais a gestores e não discernis o homem pecador da autoridade constituida;

20. E nos restaurantes os caranguejos comerão cabeças de homens prostitutos fritas na casca; e tuas festas anuais de orgias incontidas, e de intensões ocultas, tocarão em carros de sons estridentes para fantasmas de mulheres silenciosas e verdes, cujos nomes passaram muitos anos nas colunas dos cronistas, blogs e pasquins de ocasião, no tempo em que havia colunas e havia cronistas sérios neste lugar.

21. Pois grande foi a tua vaidade, ó Açailândia, e fundas foram as tuas mazelas; já se incendiou um comércio, e não viste o sinal, e já mandei tragar o teu açai e ainda não vês o sinal, teus filhos morrem a cada ano, ó Jezabel dormente, e não credes. Enferma sobre a cama estás e não percebes o teu castigo. Pois o fogo e a água te consumirão.

22. A rapina de teus mercadores e a libação de teus perdidos; e a ostentação da hetaira da Praça do Pioneiro, em cujos diamantes se coagularam as lágrimas de mil meninas miseráveis com  moços zumbinados por drogas insanas — tudo passará.

23. Assim qual escuro alfanje a nadadeira das imensas pescadas passará ao lado de tuas antenas de televisão; porém muitos peixes morrerão por se banharem no uísque falsificado de teus bares e nas rodas de falsas alegrias e de amizades inconfiáveis de tuas intrigas incessantes.

24. Pinta-te qual mulher pública e coloca todas as tuas jóias, e aviva o verniz de tuas unhas e canta a tua última canção pecaminosa, pois em verdade é tarde para a prece; e que estremeça o teu corpo fino e cheio de máculas, desde tuas motos encomendadas até a sede dos teus banhos promíscuos em rios que formei para cidade, porque eis que sobre eles vai a minha fúria, e os destruirá. Canta a tua última canção, Açailândia!

25. Pois, hoje, levanto dentro de ti, ó Açailândia, homens meus que nesse tempo teem uma chamada especifica, homens apostólicos, sem títulos, mas visionários; homens que reservei como armas secretas... para um tempo de decisão;

26. Homens que abrirão mãos de seus reinos eclesiásticos, cedendo à minha vontade e visão e amando o desprovido, o carente, o oprimido, o cego, o sofrido e o esquecido pela causa do meu Reino;

27. Gideões que convoco para oração e jejum, num recolhimento santo, em unidade e sem presunções ou megalomanias para derrota de Jezabel, Leviatã, Mamom e Asmodeus;

28. Eu quero estabelecer um trono neste lugar e já ordenei, mas as orações de Acabe contra a destruição do domínio de Jezabel, adiaram este proposito por meu zelo pela minha palavra dada a Salomão; Acabe sofreu o produto de sua semente e não mais me atrapalhará;

29. Bem sei que satanás tem levado os crentes de ti, ó Açailândia, a uma Rede de Manipulações, Difamações e Intrigas; Vestiu muitos desses crentes com o manto da sedução e da mentira; assim tenho visto Jezabel se fortalecer, calando muitas vozes proféticas que para ti direcionei, ó Açailândia;

30. Estes ministros chegaram a ti cheios de unção e visão, mas foram marcados e calados por tuas maldades, ó Açailândia, sendo acovardados e fugiram para cavernas debaixo de intenso medo.  Pela força das calúnias, injurias e difamações, sem misericórdia, foram humilhados pelos oportunistas de plantão; Fecharam-se para alianças e estão isolados com planos abortados e frustrados. Outros foram apedrejados e mortos por sua lingua ferina, Açailândia. Muitos estão cansados e sobrecarregados com fardos ministeriais como se não o pudessem suportar. Estão esmagados pelo peso e nem conseguem mais andar; formo nessa terra não homens perfeitos, mas lideres quebrantados;

31. Tú, ó Açailândia, os esmagas e os despede para que, quando te visitarem outrora, os receba com, lisonjas de hipocrisia, dizendo: “Que Mal nós fizemos?”. Assim, vos tornais duplamente culpada pela insensatez e continuas a viver de aparências; diga aos teus ricos que lhes elimino os profetas a tira-colo ou particulares e os desafio a beberem vinho puro e comprarem ouro puro de mim, deixando toda avareza;

32. Açailândia, escute-me agora: "O meu sopro vem sobre esse exercito de ossos secos; levanto gideões neste lugar; chamo Josué para as conquistas; desfaço as separações em ti fertilizadas pela maledicência; paro o esquife de ministérios insepultos e os coloco em pé sobre seus túmulos para que andem; devolvo visão e força aos que estão presos na humilhação de tuas zombarias; desfaço o engano dos corações daqueles ministros que presumem que minha transformação será política; desfaço reinos particulares de ministros; revelo as praticas abomináveis desta terra de traição e separação; extirpo o orgulho espiritual. arranco a vulgaridade e a prostituição espiritual daqueles que saltam de igreja após igreja pela falta de confiança em meu nome; mexo hoje na vida daqueles que buscam falhas e julgam os meus pastores para terem ocasião de viverem seus pecados mais bizarros e suas prisões que alma que sempre contemplei; anulo a feitiçaria dos não crentes e a feitiçaria dos crentes que confia mais nas coisas  do que em Mim; torno alguns pouco homens como primícias de um novo tempo".
 
33. Ó Açailândia, não sabes e nunca ouvistes que não cesso de trabalhar! Arrepende-te de tua iniquidade! Eis que derramo uma unção do meu Espirito sobre minha verdadeira Igreja nessa cidade, por que o meu amor superou suas maldades e o Reino de meu Filho Jesus é sempiterno neste lugar.e na história. Pois, fica na minha Paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUE IGREJA É ESSA? I

QUE IGREJA É ESSA? II

PAPO FAMILIA

IN TV FAMILIA

PALAVRA PROFÉTICA II

PALAVRA PROFÉTICA III

PALAVRA PROFÉTICA VI

PALAVRA PROFÉTICA V

PALAVRA PROFÉTICA VII

FAMILIA DE DEUS

NUNCA PARE DE LUTAR

Loading...

IN - O SONHO

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

IN - Tunel do Tempo

Loading...

IN - ABORTO

Loading...

SOBRENATURAL

SOBRENATURAL

IN - AGRADECE A VOCÊ...

OLÁ, QUERIDO(A)! VOCÊ ESTEVE VISITANDO UM ESPAÇO MUITO BOM PARA VOCÊ CRESCER E AJUDAR MUITOS OUTROS A CRESCEREM NA FÉ, ESPERANÇA E AMOR. CRESCER EM GRAÇA E EMOCIONALMENTE. ESPAÇO DE EDIFICAÇÃO E SEM JULGAMENTOS. PAZ INTERIOR E HONRA. AQUI VOCÊ SEMPRE É BENVINDO. DIVULGUE ESTE MINISTÉRIO ENTRE FAMILIARES, IRMÃOS NA FÉ, PARENTES E AMIGOS. VOCÊ NOS ABENÇOARÁ COM ASSIM. SE DESEJAR NOS ABENÇOAR COM A MANUTENÇÃO DESSA OBRA DEDIQUE SUA OFERTA PARA "Primeira Igreja Batista de Açailândia - Banco do Brasil - Agência 1311-0, Conta Corrente: 33407-0. AMAMOS VOCÊS E ORAMOS POR SUA FAMÍLIA.
Isaías 58:12 Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável.
PAZ & BÊNÇÃO
"Tenho pedido a Deus que você vá bem em tudo e que esteja com boa saúde, assim como está bem espiritualmente." (3a. João,2)
SHALOM B’RACHOT (PAZ & BENÇÃO).

VISITE O MEU BLOG
:
http://ivonogueira.blogspot.com
Skype: ivonogueira789
WhatsApp: 5599981153797
FACEBOOK: Ivo Nogueira
MSN: ivopr@hotmail.com
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
http://www.institutofamiliafeliz.com
CNPJ: 07.349.593/0001-45
Fone: 99-35382192

FONE: (98) 981281008 - 996097155 / (99) 981153797(WhatsApp) - 991275683
------------------------------------------------------------

Conta Bancária
Caixa Econômica Federal
Agência: 1119
Op.: 001
Conta Corrente: 00026329-8
-------------------------------------------------------------
BANCO DO BRASIL
Agência: 5908-0
Conta Corrente: 34.339-0
CPF: 531.592.767.91
------------------------------------------------------------
Obrigado pela Cooperação